PUBLICIDADE
Em 29 abril de 2017 / 22:00h - 0:00h
SAMBA DE FATO - 15 anos - TRAPICHE GAMBOA

 

SAMBA DE FATO - 15 ANOS 

O quarteto SAMBA DE FATO completa 15 anos de formação e comemora em TODOS OS SÁBADOS DE ABRIL, com a sua tradicional roda no casarão da samba na Gamboa, o Trapiche Gamboa, reduto de inesquecíveis sambas de roda, jongo e choro.

Os exímios instrumentistas Alfredo Del-Penho (voz e violão de sete cordas), Pedro Amorim (voz e bandolim), Pedro Miranda (voz e pandeiro) e Paulino Dias (voz e percussão), importantes nomes e talentos da "nova geração do samba carioca", que desde o início da década de 2000, junto a outros artistas, colaboraram na revitalização da Lapa como um bairro da boêmia carioca, há alguns anos realizam a sua roda como o Grupo Samba de Fato, mensal e exclusivamente no Trapiche Gamboa e neste mês deabril debutam com uma temporada especial. Eles comandam todos os sábados do mês, prometendo muita emoção e também canjas surpresas de especiais músicos amigos e outros mais que possam vir, para brindarem a data com o público cativo que os acompanha e os conhece em cada edição. 

O quarteto sempre toca e canta composições próprias já populares, assim como consagrados sambas de nossos mestres de todos os tempos, tendo canções como "Mil réis" (Candeia), "Leviana" (Zé Ketti), "Formosa" (Vinicius de Moraes), "Menino Deus" (Mauro Duarte/Paulo César Pinheiro), "Pimenteira" (Roque Ferreira), "Acreditar" (Dona Ivone Lara/Delcio Carvalho), "Morrendo de Saudade" (Nei Lopes/Wilson Moreira) e "Okolofe" (Wilson Moreira), por exemplo, sempre presentes. 

É uma roda que atrai muitos músicos do gênero e os sambistas que prezam pelo “fino repertório do samba” e, como outras rodas da casa, também presenças ilustres, como a da madrinha do samba Beth Carvalho, da atriz Denise Fraga que frequentemente aparece, da apresentadora Patrícia Poeta, do vereador Tarcísio Mota, do ator Humberto Carrão, dos músicos Pedro Luís, João Cavalcanti (Casuarina) e Marcelo Jeneci, por exemplo, só nestes últimos meses. 

A história do Samba de Fato é mesclada com a do Trapiche Gamboa, por ser, há anos, a única casa de shows da região central da cidade onde o quarteto se apresenta, tanto em formação, quanto nas carreiras solo de cada integrante, considerando que o casarão está aberto há doze anos. De lá para cá, o Trapiche mantém-se como a principal, senão única, casa de samba, choro e jongo na região portuária do Rio, Gamboa, região histórica, atendendo ainda o fiel público que o prestigia desde o passado e cada vez mais novos cariocas e turistas, que sempre se encantam com o bom atendimento (também de samba no pé), qualidade musical e cardápio saboroso. 

Inicialmente, entre 2007 e 2011, as rodas do Samba de Fato aconteciam no meio das semanas, semanalmente, e depois passaram a marcar o calendário nas segundas-feiras, mensalmente. Em 2016, devido ao crescente público e parceria com o compositor Wilson Moreira como convidado especial por alguns meses, as edições mensais passaram a ser realizadas em uma sexta ou sábado de cada mês. Neste abril, o quarteto apresenta-se nos sábados 01, 08, 15, 22 e 29, sempre a partir das 22h30 e até às 02h30, com a certeza de "satisfasamba" garantida, encantando cariocas e turistas. 


**Um pouco sobre os integrantes (senão não terminaríamos nunca :)

Alfredo Del-Penho - voz e violão de sete cordas: 
em janeiro/2017, foi ganhador da categoria de "Melhor direção musical", junto com Beto Lemos, do "Prêmio Cesgranrio de teatro", pelo espetáculo "Auê"; em junho/2016, foi ganhador da categoria de "Melhor cantor de samba" do "27º Prêmio da Música Brasileira", com o seu novo CD "Samba sujo"; 

Pedro Amorim - voz e bandolim: 
atualmente está produzindo o seu novo CD "Voz nagô", com músicas autorais em parceria com o letrista Paulo César Pinheiro; 

Pedro Miranda - voz e pandeiro: 
lançou recentemente seu 3º CD solo, o "Samba original", também aclamado pela crítica; 

Paulino Dias - voz e percussão

**Mais sobre o grupo: http://dicionariompb.com.br/samba-de-fato.

-----
SERVIÇO: 
SAMBA de FATO - aniversário de15 anos - roda de samba 
Data: sábados de abril, 01, 08, 15, 22 e 29 (22h30) 
Local: Trapiche Gamboa (Rua Sacadura Cabral, 155, Saúde/Gamboa - próximo ao Hospital dos Servidores da Rua Barão de Teffé)
Tel.: 2516 0868 / 2233 9276
Couvert artístico: R$30 (R$25 na lista amiga CONFIRMANDO PRESENÇA aqui NO EVENTO ou COLOCANDO OS NOMES NO POST FIXADO NO MURAL) 

ANIVERSARIANTES da semana e um acompanhante não pagam o couvert artístico (em uma noite na casa, basta apresentar a Identidade no caixa). 
Classificação: 18 anos
A casa abre às 20h30.

--
Aceitamos cartões de crédito e débito.
Reservas de mesas com antecedência: tels.: 2516 0868 / 2233 9276 (de terça à sexta após as 14h) 
Capacidade: 250 pessoas. 
--

**Sobre a casa "Trapiche Gamboa":
Situado no berço do samba, na Gamboa, entre a Pedra do Sal, a Ladeira do Valongo e o Largo da Prainha, entre o centro da cidade e o bairro da Saúde, o Trapiche Gamboa é um grande sobrado do século XIX (1857) e foi inaugurado como casa de shows em 2004. Ele se tornou um refúgio para o samba de roda (a mais autêntica forma de música brasileira) e consagrou-se como uma das maiores, mais bonitas e aprazíveis casas (de samba) da cidade. Importantes sambistas já passaram por lá e exímios músicos da nova safra do samba do Rio de Janeiro frequentemente realizam as magistrais rodas da casa.

A arquitetura de 1857 e com pé direito de 13 metros está conservada com piso original e parede de pedra revestida com óleo de baleia. Antes de abrigar a casa de samba, o sobrado era uma oficina mecânica.

Quem é do samba ou quer conhecê-lo melhor e mais de perto, seja carioca ou turista, deve visitar o Trapiche Gamboa, endereço de uma boa combinação de petiscos e de roda de samba como a dos antigos terreiros. No segundo andar, há ainda um mezanino onde é possível bater um papo com menos barulho. Já no terceiro andar, uma varanda oferece ar fresco com um barzinho à disposição. É bem aconchegante e convidativo.

Classificação da casa: durante a semana: livre | sextas e sábados: 18 anos.
Abertura da casa: segunda à quinta: 18h30 | sexta: 19h30 | sábado: 20h30.
Horários dos shows: segunda à quinta: 20h30 | sexta e sábado: 22h30.

-- 
www.trapichegamboa.com 
Facebook: https://www.facebook.com/trapichegamboa?fref=ts
Instagram: http://instagram.com/trapichegamboarj/ 
Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCV0bChwM5Ba9L_SIblPxbVQ

Clique para habilitar o mapa
Trapiche Gamboa
::PUBLICIDADE